Quinta, 04 Agosto 2016 08:37

A Importância da Ortodontia Precoce

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Pegasus Web Sulution
Avalie este item
(0 votos)

Muitos problemas ortodônticos podem ser evitados se forem identificados precocemente. A Associação Americana de Ortodontia recomenda que a criança passe por uma avaliação Ortodôntica aos 7 anos.

O tratamento ortodôntico em crianças pequenas é conhecido como ortodontia preventiva e pode ser iniciado em crianças a partir de 6 ou 7 anos. Nessa idade, os dentes estão se desenvolvendo e o maxilar ainda está em crescimento. Por isso, alguns problemas, como o apinhamento de dentes, podem ser mais fáceis de tratar.

É importante notar que o tratamento precoce não se aplica a todos os problemas ortodônticos; entretanto, pode auxiliar em certos casos. Dois problemas que exigem a intervenção precoce são mordidas cruzadas e sobremordidas. Uma mordida cruzada pode fazer com que o maxilar cresça irregularmente. Já os “dentes salientes” nas sobremordidas podem se fraturar com maior facilidade.

Benefícios

  • A intervenção precoce aproveita o fato de que o maxilar de uma criança ainda está em crescimento.
  • O tratamento precoce também pode ser útil quando as arcadas dentais e os maxilares não estão na posição correta. Aparelhos funcionais podem resolver ou melhorar tais problemas.
  • Os aparelhos ortodônticos infantis tiveram grandes melhorias nas últimas duas décadas. A tecnologia os tornou mais confortáveis e mais atrativos do que os aparelhos que a maioria dos pais se lembram de utilizar.

Benefícios do tratamento precoce

  • A intervenção precoce aproveita o fato de que o maxilar de uma criança ainda está em crescimento.
  • O tratamento precoce também pode ser útil quando as arcadas dentais e os maxilares não estão na posição correta. Aparelhos funcionais podem resolver ou melhorar tais problemas.
  • Influenciar o crescimento dos maxilares de maneira positiva
  •  Harmonizar a largura dos arcos dentários
  • Melhorar o padrão de erupção
  • Diminuir o risco de trauma nos incisivos superiores projetados
  • Corrigir hábitos orais indesejáveis
  • Melhorar a estética e a auto estima
  • Simplificar e/ou reduzir o tempo de tratamento na fase posterior de tratamento corretivo
  • Reduzir a chance de impedimento de erupção de dentes permanentes
  • Melhorar problemas fonoaudiológicos

Os aparelhos ortodônticos infantis tiveram grandes melhorias nas últimas duas décadas. A tecnologia os tornou mais confortáveis e mais atrativos do que os aparelhos que a maioria dos pais se lembram de utilizar.

Cuidados
Uma boa higiene dental é essencial para crianças que utilizam aparelhos ortodônticos. De três a quatro vezes ao dia, peça ao seu filho enxaguar o aparelho com água para retirar resíduos de alimentos e, em seguida, escová-los cuidadosamente. Toda noite, antes de dormir, peça a ele que também passe o fio dental e use o enxaguante bucal com flúor para ajudar a manter seus dentes fortes e saudáveis.

Além disso, uma vez ao dia, você deverá auxiliar seu filho a passar o fio dental, para remover partículas de comida e da placa bacteriana na gengiva e embaixo dela, que pode se transformar em tártaro. Isso também pode ajudar na limpeza de locais difíceis de alcançar com uma escova de dente. O uso de fio dental quando se usa aparelho pode ser difícil, mas você pode utilizar diversas opções para garantir a manutenção da saúde da gengiva. Converse com o ortodontista ou o dentista de seu filho para obter recomendações sobre cuidados bucais.

A cada seis meses, leve seu filho ao dentista para uma limpeza e avaliação. O dentista poderá apontar áreas que necessitam de atenção e ajudar a garantir que os dentes se mantenham saudáveis e limpos ao redor do aparelho. Geralmente, seu dentista ou higienista poderá sugerir ferramentas ou ideias úteis para manter os dentes saudáveis durante a utilização do aparelho.

Ler 1992 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Matérias e Artigos

Gostou Curta!