Tel: (21) 2236-5023

Tel: (21) 99464-3368 whatsapp

Sexta, 26 Agosto 2016 10:04

Boca Seca, Xerostomia, Hipossalivação e Hipossialia: O que são e quais as diferenças

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Pegasus Web Sulution
Avalie este item
(0 votos)

A queixa de “boca seca” é uma queixa comum e pode causar um grande desconforto. Quem sofre com o problema relata dificuldade de falar, de engolir e até mesmo de sentir o gosto dos alimentos.

A Boca seca é também conhecida como Xerostomia (xeros = seco, stoma= boca), hipossalivação , hipossialia (hipo = diminuição; sialia = saliva), secura da boca ou ainda, secura bucal. Ela é um sintoma que pode ou não estar relacionado à falta de saliva, ou seja, nem sempre a boca seca indica uma real falta ou diminuição na produção de saliva.

Para diferenciar se a queixa de boca seca representa uma diminuição na produção salivar é preciso consultar um profissional habilitado que deverá realizar um consulta detalhada e testes específicos para avaliar os padrões salivares (qualitativamente e quantitativamente) para assim poder fazer um diagnóstico correto. Assim, é fundamental identificar, através de um exame clínico detalhado e de um teste chamado sialometria (que pode ser realizado com um Kit para medir a produção de saliva), se a queixa de sentir a boca seca está ou não associada a uma real diminuição na produção de saliva.

Utilizamos o termo xerostomia quando há a sensação de boca seca, porém sem uma real diminuição na produção de saliva, e os termos hipossalivação ou hipossialia, quando há uma diminuição real na produção salivar.

As causas mais frequentes que levam à xerostomia são fatores que desidratam a boca e ressecam a mucosa bucal. Entre estes fatores encontramos a respiração bucal e o ronco, utilizar excessivamente a fala devido à profissão e a desidratação corporal excessiva. No entanto, outras causas mais raras podem provocar esta sensação, que deverão ser investigadas e tratadas, se for o caso.

As causas da hipossalivação, que ocorre no caso de uma real diminuição na produção salivar, decorre de inúmeros fatores como o estresse excessivo e prolongado, doenças como a Síndrome de Sjögren, Diabetes Mellitus, doenças das glândulas salivares, como consequência da radioterapia de cabeça e pescoço.

A ingestão prolongada de medicações específicas frequentemente causam a hipossalivação como consequência, pois estas diminuem a produção de saliva como efeito colateral. Estima-se que existam mais de 400 medicações que podem causar a hipossalivação , sendo as mais comuns os antidepressivos, antialérgicos, calmantes, diuréticos e anti-hipertensivos.

A queixa de “boca seca” é uma queixa comum e pode causar um grande desconforto. Quem sofre com o problema relata dificuldade de falar, de engolir e até mesmo de sentir o gosto dos alimentos e, em casos mais raros e severos, ardência bucal e gosto amargo constante. Ou seja, esta situação afeta a qualidade de vida das pessoas.

Sinais e Sintomas
Todos sentem a boca seca às vezes, mas quando essa sensação não passa é porque talvez você tenha um problema em produzir saliva. Os sintomas de boca seca incluem:

  • Boca ou garganta seca;
  • Dificuldade para mastigar, deglutir, sentir gosto dos alimentos ou falar;
  • Sensação de queimação na boca;
  • Língua seca;
  • Lábios trincados;
  • Cárie;
  • Feridas na boca;
  • Mau hálito.

Causas
A boca seca pode ocorrer quando as glândulas que produzem saliva não funcionam adequadamente. Algumas causas comuns incluem nervosismo, estresse, alguns medicamentos, envelhecimento, tratamento de câncer (radiação/quimioterapia), diabetes,doenças autoimunes como a síndrome de Sjorgren, tabagismo e uso de drogas, como a metanfetamina.

A síndrome de Sjogren é uma doença crônica autoimune em que os leucócitos atacam as glândulas salivares, que produzem saliva, e as glândulas lacrimais, que produzem lágrimas.

Essa síndrome pode causar olhos secos, boca seca, fadiga e dor nas articulações. Também pode causar alterações em outros órgãos, como rins, sistema gastrointestinal, vasos sanguíneos, pulmões, fígado, pâncreas e sistema nervoso central.

Os problemas bucais que ocorrem são boca seca, aumento de volume das glândulas salivares, cárie e doenças periodontais. Tenha boas práticas de higiene bucal e consulte o seu dentista para que ele faça limpezas profissionais regulares.

Diagnóstico
A única forma permanente de curar a boca seca é tratando a sua causa. Se a sua boca seca for resultado de medicação, seu médico poderá mudar a medicação ou então a sua dosagem. Caso as suas glândulas salivares não estejam funcionando adequadamente, mas ainda produzem um pouco de saliva, o seu médico pode te oferecer um medicamento que ajude as glândulas a trabalhar melhor.

Prevenção
Existe uma série de medidas que podem te ajudar a minimizar a boca seca, incluindo:

  • Beber água ou bebidas sem açúcar ao longo do dia, e principalmente durante as refeições;
  • Evitar bebidas com cafeína, como café, chá e alguns refrigerantes;
  • Recomendação profissional de produtos de higiene bucal que irão ajudar na hidratação da boca;
  • Mascar chicletes sem açúcar para estimular o fluxo de saliva;
  • Evitar tabaco ou álcool;
  • Minimizar a ingestão de alimentos picantes ou salgados, que podem causar dor ou ardência em uma boca ressecada;
  • Evitar açúcar e alimentos ácidos;
  • Usar um umidificador à noite.

Tratamento
O tratamento da boca seca depende muito do causador dessa condição. Se você achar que tem a boca seca, procure o seu dentista ou médico para determinar a causa.

Se a boca seca for causada pelo uso de medicamentos, o médico poderá trocar o medicamento ou ajustar a dose;

Se as suas glândulas salivares não estiverem funcionando bem, mas ainda puderem produzir um pouco de saliva, seu médico ou dentista poderá receitar um medicamento de uso livre ou sob que estimulam a produção de saliva; 

O seu médico ou dentista poderá sugerir que você use saliva artificial para manter a boca úmida.

Complicações
Pode ser desconfortável você sentir que a boca está seca durante todo o tempo, além de poder trazer sérias consequências para a sua saúde bucal. O ressecamento irrita os tecidos moles na boca, o que pode deixá-los inflamados e mais suscetíveis à infecções. Sem os efeitos de limpeza da saliva, a cárie e outros problemas de saúde bucal podem se desenvolver com mais facilidade. É importante que você cuide bem de seus dentes e gengiva. Escove os dentes três vezes ao dia e use o fio dental ou um limpador interdental uma vez ao dia para remover a placa (biofilme dental) e restos de alimentos entre os dentes, onde a sua escova não alcança.

Ler 3296 vezes

Itens relacionados (por marcador)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Matérias e Artigos

Gostou Curta!