Tel: (21) 2236-5023

Tel: (21) 99464-3368 whatsapp

Sábado, 16 Março 2019 13:40

Clareamento Dental

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Pegasus Web Sulution
Avalie este item
(0 votos)

Conheça os tratamentos de clareamento dental, seu sorriso com um brilho todo especial e você muito mais atraente. 

Com o passar do tempo é muito comum que os dentes sofram alterações de cor. Na rotina da vida moderna quase todos temos contato com substâncias capazes de alterar a cor dos dentes. Os pigmentos quase sempre estão presentes em corantes alimentícios e bebidas como o vinho e o café. Outro conhecido agente escurecedor dos dentes é o tabaco seja por meio do hábito nocivo de fumar ou mesmo mascar fumo. A má higiene oral também contribui para o processo. Com o acúmulo desta enorme variedade de pigmentos com o passar dos anos os pacientes ficam, portanto, insatisfeitos com a estética do seu sorriso.

A aparência estética não é somente um sinal de saúde e beleza como também de auto-estima, situação econômica e até mesmo de sensualidade.

O escurecimento dentário pode ser resultante de manchas tanto extrínsecas como intrínsecas.

As manchas extrínsecas podem ser causadas por substâncias ou alimentos que coram a superfície dos dentes como, por exemplo, café, vinho tinto, chá, chocolate, molho de tomate, refrigerantes escuros, tabaco, beterraba e ainda bactérias que se aderem à superfície dental e adquirem coloração escura.

As manchas intrínsecas estão localizadas no interior da estrutura dentária (dentina). A fluorose pré-eruptiva, as manchas provocadas pelo uso de antibióticos, a dentina reparadora formada frente a injúrias e também o escurecimento decorrente do tratamento endodontico são exemplos de manchas intrínsecas.

O clareamento dental de auto aplicação onde utilizamos moldeiras e agente clareador em concentrações controladas tem demonstrado bastante efetividade.

Quando o paciente busca efeitos imediatos, o clareamento dental no consultório torna-se uma alternativa. Neste caso, utilizamos agente clareador em concentrações mais altas, ativados por laser ou outras fontes de luz.

Ler 342 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Matérias e Artigos

Gostou Curta!